Boletim via e-mail



Para quem curte a Bíblia


Para quem curte a bíblia 780

Deus nos inspira esperança, e é ela que nos leva a acreditar num mundo melhor, e deve nos encorajar a trabalhar por isto mesmo que haja dúvidas sobre o alcance de nossas ações num mundo tão dominado pela violência, corrupção, maldades, etc. As adversidades não foram vistas pelo profeta Ezequiel, por são Paulo e por Jesus como dificuldades, mas como motivadoras para que cumprissem sua missão, na medida em que encontravam as forças para superá-las não em suas virtudes humanas, mas na comunhão com Deus. Quem Nele confia e se alimenta certamente encontra na prática do amor o caminho para a felicidade pessoal e coletiva.

Leitura da Profecia de Ezequiel (Ez 2,2-5). 2 Naqueles dias, depois de me ter falado, entrou em mim um espírito 2 que me pôs de pé. Então, eu ouvi aquele que me falava, 3 o qual me disse: “Filho do Homem, eu te envio aos israelitas, nação de rebeldes, que se afastaram de mim. Eles e seus pais se revoltaram contra mim até o dia de hoje. 4 A estes filhos de cabeça dura e coração de pedra, vou-te enviar, e tu lhes dirás: ‘Assim diz o Senhor Deus’. 5 Quer te escutem, quer não – pois são um bando de rebeldes – ficarão sabendo que houve entre eles um profeta”.
SALMO 122/123 R. Os nossos olhos / estão fitos no Senhor: / tende piedade, ó Senhor, / tende piedade! 1. Eu levanto meus olhos para vós, / que habitais nos altos céus, / como os olhos dos escravos estão fitos / nas mãos do seu Senhor. 2. Como os olhos das escravas estão fitos / nas mãos de sua senhora, / assim os nossos olhos, no Senhor, / até de nós ter piedade. 3. Tende piedade, ó Senhor, tende piedade; / já é demais esse desprezo! / Estamos fartos do escárnio dos ricaços / e do desprezo dos soberbos!
Leitura da Segunda Carta de São Paulo aos Coríntios (2Cor 12,7-10). Irmãos: 7 Para que a extraordinária grandeza das revelações não me ensoberbecesse, foi espetado na minha carne um espinho, que é como um anjo de Satanás a esbofetear-me, a fim de que eu não me exalte demais. 8 A esse propósito, roguei três vezes ao Senhor que o afastasse de mim. 9 Mas ele disse-me: “Basta-te a minha graça. Pois é na fraqueza que a força se manifesta”. Por isso, de bom grado, eu me gloriarei das minhas fraquezas, para que a força de Cristo habite em mim. 10Eis porque eu me comprazo nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições e nas angústias sofridas por amor a Cristo. Pois, quando eu me sinto fraco, é então que sou forte.
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos (Mc 6,1-6) Naquele tempo, 1 Jesus foi a Nazaré, sua terra, e seus discípulos o acompanharam. 2 Quando chegou o sábado, começou a ensinar na sinagoga. Muitos que o escutavam ficavam admirados e diziam: “De onde recebeu ele tudo isto? Como conseguiu tanta sabedoria? E esses grandes milagres que são realizados por suas mãos? 3 Este homem não é o carpinteiro, filho de Maria e irmão de Tiago, de Joset, de Judas e de Simão? Suas irmãs não moram aqui conosco?” E ficaram escandalizados por causa dele. 4 Jesus lhes dizia: “Um profeta só não é estimado em sua pátria, entre seus parentes e familiares”. 5 E ali não pôde fazer milagre algum. Apenas curou alguns doentes, impondo-lhes as mãos. 6 E admirou-se com a falta de fé deles. Jesus percorria os povoados das redondezas, ensinando.

Horários das Missas

Todo dia 02 de cada mês missa em louvor à Nossa Senhora com a tradicional benção das velas.

Sexta-feira, missa às 20h na Igreja Matriz

Sábado, às 18h, missa na Comunidade Nossa Senhora da Defesa

Segunda, às 15h, missa das almas na Comunidade Nossa Senhora da Defesa.

Domingo, às 08h, 10h30 e 19h missa na Matriz e às 09h missa na comunidade de Santa Edwiges.

Publicações

CF 2018
Cartaz da Festa da Padroeira 2017