Boletim via e-mail



Para quem curte a Bíblia


Para quem curte a Bíblia 604

Terminado o Carnaval começamos a nos preparar para a maior festa da cristandade, a Páscoa. Em diversos momento da história vemos Deus fazendo alianças com Seu povo, alianças nas quais depositava a esperança de uma humanidade que ajudasse a cumprir seu projeto de amor e paz, como fez com Noé logo após o dilúvio. Infelizmente ainda não conseguimos ser fiéis a esta aliança, e por este motivo continua ressoando o grande chamado de Jesus: “(...) Convertei-vos e crede no Evangelho! (...)”. Que este tempo que teremos até a festa da Páscoa sirva para entendermos o grande sacrifício que Cristo fez por nós entregando-se à morte para que pudéssemos nos salvar, de forma que possamos contribuir de forma concreta, com justiça e compaixão, na construção do Reino de amor e paz idealizado por Deus. Neste sentido, intensifiquemos nossos momentos de oração, jejum e caridade, fundamentais para fortalecer nosso propósito de buscar este objetivo.

Leitura do Livro do Gênesis (Gn 9,8-15) 8Disse Deus a Noé e a seus filhos: 9'Eis que vou estabelecer minha aliança convosco e com vossa descendência, 10com todos os seres vivos que estão convosco: aves, animais domésticos e selvagens, enfim, com todos os animais da terra, que saíram convosco da arca. 11Estabeleço convosco a minha aliança: nenhuma criatura será mais exterminada pelas águas do dilúvio, e não haverá mais dilúvio para devastar a terra'. 12E Deus disse: 'Este é o sinal da aliança que coloco entre mim e vós, e todos os seres vivos que estão convosco, por todas as gerações futuras. 13Ponho meu arco nas nuvens como sinal de aliança entre mim e a terra. 14Quando eu reunir as nuvens sobre a terra, aparecerá meu arco nas nuvens. 15Então eu me lembrarei de minha aliança convosco e com todas as espécies de seres vivos. E não tornará mais a haver dilúvio que faça perecer nas suas águas toda criatura'.

Salmo - Sl 24,4bc-5ab.6-7bc.8-9 (R. cf. 10)

R. Verdade e amor , são os caminhos do Senhor.
4bMostrai-me, ó Senhor, vossos caminhos,* 4ce fazei-me conhecer a vossa estrada!
5aVossa verdade me oriente e me conduza,* 5bporque sois o Deus da minha salvação.R..
6Recordai, Senhor meu Deus, vossa ternura * e a vossa compaixão que são eternas!
7bDe mim lembrai-vos, porque sois misericórdia* 7ce sois bondade sem limites, ó Senhor! R.
8O Senhor é piedade e retidão,* e reconduz ao bom caminho os pecadores.
9Ele dirige os humildes na justiça,* e aos pobres ele ensina o seu caminho.R..

Leitura da Primeira Carta de São Pedro (1Pd 3,18-22) Caríssimos:18Cristo morreu, uma vez por todas, por causa dos pecados, o justo, pelos injustos, a fim de nos conduzir a Deus. Sofreu a morte, na sua existência humana, mas recebeu nova vida pelo Espirito. 19No Espírito, ele foi também pregar aos espíritos na prisão, 20 a saber, aos que foram desobedientes antigamente, quando Deus usava de longanimidade, nos dias em que Noé construía a arca. Nesta arca, umas poucas pessoas - oito - foram salvas por meio da água. 21É arca corresponde o batismo, que hoje é a vossa salvação. Pois o batismo não serve para limpar o corpo da imundície, mas é um pedido a Deus para obter uma boa consciência, em virtude da ressurreição de Jesus Cristo. 22Ele subiu ao céu e está à direita de Deus, submetendo-se a ele anjos, dominações e potestades.

+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos (Mc 1,12-15) Naquele tempo: 12O Espírito levou Jesus para o deserto. 13E ele ficou no deserto durante quarenta dias, e ali foi tentado por Satanás. Vivia entre os animais selvagens, e os anjos o serviam. 14Depois que João Batista foi preso, Jesus foi para a Galiléia, pregando o Evangelho de Deus e dizendo: 15'O tempo já se completou e o Reino de Deus está próximo. Convertei-vos e crede no Evangelho!'

Horários das Missas

Todo dia 02 de cada mês missa em louvor à Nossa Senhora com a tradicional benção das velas.

Sexta-feira, missa às 20h na Igreja Matriz

Sábado, às 18h, missa na Comunidade Nossa Senhora da Defesa

Segunda, às 15h, missa das almas na Comunidade Nossa Senhora da Defesa.

Domingo, às 08h, 10h30 e 19h missa na Matriz e às 09h missa na comunidade de Santa Edwiges.

Publicações

CF 2018
Cartaz da Festa da Padroeira 2017