Destaques


Diácono Márcio concede entrevista para a rede vida sobre o cinerário

CLIQUE AQUI E VEJA IMAGENS ATUAIS DO CINERÁRIO DA IGREJA NOSSA SENHORA DA DEFESA

CLIQUE AQUI PARA LER A NOTÍCIA NO SITE DA ANAPRESS

Reprodução:

PRIMEIRO CINERÁRIO DA ZONA NORTE É INAUGURADO NA PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA LUZ

A Paróquia Nossa Senhora da Luz, situada no bairro do Tucuruvi, inaugurou em dezembro de 2017 o primeiro Cinerário da região. Cinerário é um local preparado para guardar, (depositar) as cinzas de pessoas que foram cremadas.

Este serviço surgiu da procura cada vez maior de fiéis em busca de um local adequado para deixar as cinzas de familiares e amigos. O fato de os sepultamentos tradicionais em cemitérios terem se tornado um procedimento caro, além da falta de espaço, aliado ao aumento da opção pela cremação, e o desinteresse dos mais jovens em frequentar os cemitérios para visitar ou rezar pelas pessoas falecidas, contribui para o aumento da demanda.

A escolha do que fazer com as cinzas de cremação é sempre difícil. Normalmente fica a critério da família ou ainda, antes de falecer, a pessoa indica o que gostaria que fosse feito com elas.

A igreja Católica ainda insiste que os corpos dos falecidos sejam enterrados, no entanto, tendo em vista o crescente número de pessoas que optam por esta escolha, a Igreja passou a aceitar a cremação em 1963, desde que isso não signifique um ato de contestação da fé. O Vaticano divulgou no ano de 2016 as novas regras para a cremação de católicos, para evitar qualquer tipo de equívoco panteísta, naturalista ou niilista, a igreja proíbe os fiéis de espalharem as cinzas de seus entes queridos na natureza, no mar ou em qualquer outro tipo de ambiente, também é vetada a distribuição das cinzas entre os familiares ou, ainda, que as transformem em lembrança comemorativa e objetos de joalheria. O Vaticano abre exceção apenas para casos envolvendo circunstâncias graves e excepcionais, dependendo das condições culturais de caráter local.

As normas estão presentes em uma instrução da Congregação para a Doutrina da Fé e foram aprovadas pelo Papa Francisco. Ainda de acordo com o documento, fica proibida a conservação das cinzas em casa, já que devem ser respeitadas as condições apropriadas de conservação.

Sendo assim, as cinzas devem ser mantidas em um lugar sagrado, como cemitério ou igreja. A instrução estabelece que “a conservação das cinzas em um lugar sagrado pode contribuir para que não se corra o risco de afastar os defuntos da oração e da recordação dos parentes e da comunidade cristã.

Por outro lado, deste modo, se evita a possibilidade de esquecimento ou falta de respeito que podem acontecer, sobretudo depois de passar a primeira geração, ou então cair em práticas inconvenientes ou supersticiosas”.

Padre Valdevir Cortezi

Atendendo a esta recomendação do Vaticano, a Paróquia Nossa Senhora da Luz oferece um local na Comunidade Nossa Senhora da Defesa para que aqueles que desejarem, coloquem as cinzas de seu ente querido que foi cremado. Segundo seu Pároco, Valdevir Cortezi: “A Igreja está se adequando a um momento histórico, ao desenvolvimento da própria sociedade, e se preocupa com os restos mortais, por isso a nossa comunidade está abrindo espaço na própria Igreja para que ali seja colocada as cinzas deste ente querido que um dia foi templo de Deus e templo do Espírito Santo”.

O Cinerário da Paróquia Nossa Senhora da Luz já guarda as cinzas de vários fiéis.

O depósito das cinzas na Comunidade, acontece em uma cerimônia realizada por um sacerdote, e todos os meses é celebrada uma missa in memorian.

CINENÁRIO

 

DEPOSITE AS CINZAS DOS SEUS ENTES QUERIDOS EM LOCAL SAGRADO.

ENTRE EM CONTATO CONOSCO PELO TELEFONE 11 29495997 OU PELO E-MAIL SECRETARIA@NOSSALUZ.COM.BR

Padre Valdevir explica a cremação de corpos na dimensão da fé.
Se você deseja depositar as cinzas do seu ente querido em um lugar sagrado, com missas in memorian todos os meses, ligue para nós no horário comercial pelo telefone 11 2949 5997, ou envie um e-mail para secretaria@nossaluz.com.br.

"as cinzas do fiel devem ser deixadas para repousar em um local sagrado, ou seja, um cemitério ou, em certos casos, em uma igreja ou área separada para este propósito" (PAPA FRANCISCO)

 

Horários das Missas

Todo dia 02 de cada mês missa em louvor à Nossa Senhora com a tradicional benção das velas.

Sexta-feira, missa às 20h na Igreja Matriz

Sábado, às 18h, missa na Comunidade Nossa Senhora da Defesa

Segunda, às 15h, missa das almas na Comunidade Nossa Senhora da Defesa.

Domingo, às 08h, 10h30 e 19h missa na Matriz e às 09h missa na comunidade de Santa Edwiges.

Publicações

CF 2018
Cartaz da Festa da Padroeira 2017