Destaques


Depoimento do Padre Zezinho, verdadeiro cantor e evangelizador, sobre o falecimento de D. Paulo Evaristo Arns

LEMBRANDO DOM PAULO ARNS.
Quando Dom Paulo ARNS assumiu a Arquidiocese, eu era um padre novo. Nossas missas eram superlotadas. Meus jovens tocavam e faziam muitas catequeses antes da missa ao pé das escadarias.
ISTO atraiu a ira de dois jornalistas do " Estadão " que seguiam a cartilha dos ultraconservadores.
DOIS artigos contundentes contra mim e contra Dom Paulo , um deles com o título " As Vacas Sagradas" ofendiam o arcebispo, dom Benedito Ulhoa e a mim . Eu, padre novo que já compunha canções para os jovens, fui colocado abaixo de zero!
Dom PAULO ME telefonou e me disse que, no domingo, ele celebraría a missa dos jovens para mostrar seu apoio ao nosso modo de motivar os jovens de São Judas. Assim aconteceu.
O jornalista, que era Lenildo Tabosa Pessoa, formado em teologia em Roma, revidou . Mas os jovens sentiram-se apoiado pelo Arcebispo, que ainda não era cardeal.
O mesmo gesto ele fez , quando me protegeu, junto com Dom Eugênio Sales quando fui ameaçado de prisão por minha defesa dos jovens em Belo Horizonte.
Dom PAULO não deixou que me prendessem ao sair do avião. Alguém me levou por uma caminhonete por outro canto, enquanto ele conversava com o general de São Paulo. Ele e Dom Helfer e Dom Eugênio fizeram isso muitas vezes e não só para padres e freiras.
E ele voltou a me visitar e celebrar a missa no santuário, quando meu guitarrista Paulo Juncioni morreu numa lagoa em Caçapava. Paulinho era um jovem líder muito querido e seus pais eram gente ativa na paróquia . A presença de Dom Paulo foi mais um sinal de que ele queria estas missas cheias de alegria , mas com pregação sobre o sofrimento do povo. Foi o tema que ele abordou !
E agia como hoje o papa Francisco age. Tenho a certeza que me vem da fé que hoje ele encontrou com São Francisco no céu . Dom Paulo era Franciscano em tudo ! Foi um grande e corajoso profeta!
Oro e agradeço e testemunho !
Pe Zezinho scj

Fonte: Facebook do Pe. Zezinho. acesso em 15 dez 2016.

Horários das Missas

Todo dia 02 de cada mês missa em louvor à Nossa Senhora com a tradicional benção das velas.

Sexta-feira, missa às 20h na Igreja Matriz

Sábado, às 18h, missa na Comunidade Nossa Senhora da Defesa

Segunda, às 15h, missa das almas na Comunidade Nossa Senhora da Defesa.

Domingo, às 08h, 10h30 e 19h missa na Matriz e às 09h missa na comunidade de Santa Edwiges.

Publicações

CF 2018
Cartaz da Festa da Padroeira 2017